Os 5 erros mais comuns a serem evitados no design de PCB

A placa de circuito impresso é responsável pela conexão entre os componentes eletrônicos. Um pequeno erro do projeto pode resultar em atrasos ou custos adicionais no processo de fabricação, ou até mesmo levar ao mau funcionamento ou falha completa do circuito.

As tecnologias existentes na atualidade permitem que estes erros de projeto sejam minimizados, e sejam detectados antes do processo de fabricação, reduzindo significativamente os custos. Apesar disso, alguns erros ainda são muito comuns no projeto das placas de circuito impresso.

  1. Geometria de traço errada

A geometria de cada traço presente no circuito desempenha um papel essencial para seu funcionamento, e desta forma, é necessário dimensionar adequadamente a largura e a espessura de cada traço. A corrente que flui através de um traço não deve ultrapassar o valor indicado de 0,5 A, para não ser considerada uma linha de transmissão de energia, ou linha de alta corrente. Neste caso, os traços deverão ser dimensionados utilizando calculadoras baseadas no padrão IPC-2221 ou posterior para traços internos (stripline) e externos (microstrip).

  1. Layout inadequado

A demanda por placas de circuito impresso cada vez menores vem crescendo a cada dia, e com isso, a necessidade de utilizar componentes com dimensões menores e reduzir a distância entre os componentes. O layout precisa ser eficiente para evitar problemas de conexão ou não conformidade. É fundamental utilizar uma técnica de layout para atender as necessidades do circuito.

  1. Comprimento de traço excessivo

Os traços que transportam sinais de alta velocidade devem ser o mais curto e reto possível. Em casos em que o comprimento é excedido, podem ser encontrados problemas graves como reflexão de sinal, maior sensibilidade à interferência eletromagnética (EMI), resultando em custos mais elevados.

  1. Interferência eletromagnética (EMI)

Para reduzir as interferências eletromagnéticas, é recomendado agrupar os elementos de acordo com sua funcionalidade, e isso deve ser pensado para o layout da PCB. Além disso, é necessário eliminar os ângulos retos existentes nos traços e utilizar recipientes metálicos e cabos blindados para absorver estas interferências.

  1. Revisão insuficiente do projeto

A revisão de projeto, apesar de muitas vezes não ter sua devida importância, é na verdade, um dos elementos mais importantes no processo de desenvolvimento de PCB. São essas revisões que permitem verificar as conformidades com o alto nível do projeto, as funcionalidades atribuídas à placa e as interligações atribuídas entre os circuitos.

São as revisões ao projeto que permitem que os projetistas possam detectar antecipadamente os erros de projeto mais comuns. Além dos projetistas e designers, é importante que outros membros da equipe envolvida façam essa revisão, para também identificar possíveis erros que possam passar despercebi

Insights recentes

receba os
nossos insights